domingo, 2 de setembro de 2007

Depois do carnaval, o brasileiro, incluindo eu, entra em um luto velado, por mais que o discurso seja empolgado, e já está sabido e sacramentado que o trabalho enobrece, perdemos com data marcada, nosso reinado.
Chuva e sol perdem a rima, são os dias de março que se arrastam, como uma grande segunda-feira do ano.
Depois da alegria, que de certo, é pecado, semana santa, cada um com a sua cruz, em pleno mormaço..voltam à cantar, é feriado.










6 comentários:

Lucas disse...

O modelo de pensamento ta coerente com o meu molde de pensar.

Muito bom mesmo.

liza leal disse...

Giu...
Menina esperta! ginga pura no tato,
dança com os dedos apuradamente sensível!...É... É isso q eu disse e até bem mais. Há de se saber mto mais quem lhe tem por perto, troca idéias c/seus ares de poeta...
Bjo!

Liza

LEEH disse...

perfeito e musical!
parabéns!

jruq_cg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jruq_cg disse...

Perfeito! Resumiu o que é o pós caranaval brasileiro. O ano é uma quarta de cinzas!parabéns GIU!

SATIRINO.

Alexandre Spinelli disse...

Ótimo, Giu...